Pacientes com Câncer

login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço


 
Publicado em 01/12/2015
Compartilhar com o Facebook Compartilhar
 

Pacientes com Câncer


Massagem em pacientes com câncer

 
 
Imagem 53 de Massagem em pacientes com câncer
Importante: Aos terapeutas e pacientes, a massagem não substitui os cuidados médicos, por isso, antes de aplicar ou receber a terapia do toque, consulte o médico responsável pelo tratamento.

As Terapias Complementares não substituem cuidados médicos, mas são de grande importância para reencontrar o equilíbrio saudável.

É inegável que a massagem ou terapia do toque traga diversos benefícios às pessoas, tanto no âmbito físico quanto no emocional e espiritual. A massagem possibilita a reconexão com o próprio corpo, o relaxamento, tranquiliza a mente, aumenta a autoestima e o respeito que devemos ter com nosso corpo, desata pontos de tensão, regula a respiração, faz com que a pessoa se sinta inteira.

Durante a formação, todo profissional de massagem recebe a orientação de que não se deve massagear pacientes com câncer, pelo risco de gerar metástases.

Para um profissional experiente, prudente e consciente, há sempre a possibilidade de se adaptar a técnica de massagem e a pressão do toque à situação ou condição do paciente, esteja ele com câncer ou não, utilizando um toque reconfortante e suave, analisando a situação do ser humano que ali está, tendo uma visão holística e observando detalhadamente cada corpo.

Como dito anteriormente, não há a intenção de cura, mas de melhorar a qualidade de vida e humanizar o atendimento que estamos prestando às pessoas. Quem trabalha com saúde deveria ter sempre essa preocupação. Uma massagem sutil e suave não aumenta a circulação linfática mais do que as atividades diárias normais. Além disso, o toque pode amenizar sintomas físicos como fadiga, náusea, insônia, dor, edemas. E também sintomas emocionais como medo, ansiedade, tristeza, dúvidas e isolamento, que são tão comuns durante o tratamento do câncer ou de outra doença grave. 

É claro que não devemos nunca massagear uma área que apresente tumor, edemas linfáticos, feridas abertas ou drenos, mas, no corpo, existem outras áreas que podem ser beneficiadas e tocadas, nem que seja uma massagem nas mãos, pés ou cabeça, utilizando deslizamentos lentos e suaves, demonstrando, principalmente, que você está ali, junto do paciente, interessando-se e preocupando-se com ele.

Dessa forma, a pessoa se sente acolhida e com mais energia e disposição para enfrentar o tratamento, o que pode até mesmo levar ao fortalecimento de sua imunidade. A Psiconeuroimunologia estuda justamente isso, o fato de nossos pensamentos e emoções influenciarem diretamente nosso sistema imunitário, fortalecendo-o com bons pensamentos ou fragilizando-o com os maus pensamentos, mesmo que sejam estímulos apenas simbólicos e não reais, como o medo precipitado de que algo ruim possa acontecer. 

 Não esquecendo de que a presença e o carinho da família e amigos também são fundamentais nesse momento. 

Não devemos ter medo de massagear o paciente com câncer ou outra doença grave, mas precisamos ter conhecimento e sensibilidade suficientes para fazermos um trabalho correto, sério e assertivo. Além do conhecimento teórico e prático outra coisa que importa muito para quem trabalha tocando pessoas é o respeito e o amor dedicado àquilo que se faz e ver que nessa trajetória há um aprendizado mútuo compartilhado entre o paciente e o terapeuta.


Referências:

 
  • Livro: Medicine Hands: Massage Therapy for people with cancer - Autora: Gayle Mac Donald / Editora: Triom;
  • Curso de Massagem Hospitalar - professora Rosana Ades (2013).
  • www.revistas.usp.br


Colunista: Silvia Pirré – Psicoterapeuta

Atuação: Florais de Bach, Aromaterapia, Reiki, Aurículoterapia, Reflexologia, Massagem Relaxante com Óleos Essenciais.

Cursos: Aromaterapia

Endereço: Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 234 – Próximo ao metrô Ana Rosa

Telefone: (11) 5083-4482 – Atendimento com hora marcada

E-mail - silvia.pirre@yahoo.com.br






espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®