Toque

login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço

Publicado em 04/11/2015
Compartilhar com o Facebook Compartilhar
 

Toque


A importância do Toque

 
Imagem 48 de A importância do Toque
O ato de tocar é fundamental para o desenvolvimento do ser humano em qualquer fase da vida, principalmente para as crianças, desde a vida intrauterina, proporcionando sensação de aconchego, acolhimento, transmitindo segurança, amor e, consequentemente, bem estar físico, emocional e social. Por tudo isso, o toque na vida infantil pode gerar tendências positivas no decorrer do seu crescimento, levando à formação de uma personalidade tranquila e amorosa.

A Massagem é uma forma de tocar com qualidade, direcionada, proporcionando descanso ao corpo ou energizando-o, dependendo do momento e da necessidade individual.  A Massagem é adequada aos bebês (Massagem Shantala – de origem Indiana, por exemplo), uma vez que saíram de sua posição fetal e precisam alongar os seus músculos, abrir as juntas e coordenar seus movimentos, além de criar um vínculo de carinho, confiança e amor com a mãe ou com quem cuida da criança. A massagem beneficia também a frequência cardíaca, a respiração, a digestão, ajuda na eliminação de toxinas e gera mais elasticidade.

As terapias de toque são milenares. O texto médico mais antigo da Índia, a Ayurveda (1800 a.C.) já prescrevia massagens como uma forma eficiente de cura e de prevenção, o que é muito interessante, pois quando falamos em saúde, não estamos apenas pensando na ausência de doenças, mas em prevenção, em qualidade de vida.

Sabe-se que a massagem diminui a ansiedade e o estresse, traz bem-estar, melhora a memória e foco mental, proporciona sono mais reparador, identifica áreas de tensão e rigidez importantes para a prevenção de lesões e cria uma sensação de relaxamento muscular. Pesquisas têm demonstrado ainda que a massagem está relacionada ao aumento dos níveis hormonais de dopamina (neurotransmissor no cérebro responsável pela sensação de prazer e de motivação), serotonina (neurotransmissor associado à sensação de bem-estar, reguladora do sono, apetite e temperatura corporal), endorfina (considerada um analgésico natural que auxilia na redução do stress e ansiedade) e na redução dos níveis de cortisol (hormônio associado ao estresse).

O nosso corpo trabalha muito para nós, todos os dias. Esperamos que o nosso corpo nos sirva durante anos, mas não paramos para pensar e perceber o que estamos fazendo com ele e o desgaste pelo qual ele passa quando temos noites mal dormidas, levamos uma vida sedentária, nos alimentamos mal, convivemos com a poluição do ar e da água e em ambientes repletos de pressa, cobranças e nervosismo. Precisamos prestar mais atenção a esses sinais de desgaste que o nosso corpo nos envia como, por exemplo, uma dor nas costas, ombros ou pescoço, dores de estômago, problemas intestinais, insônia, aumento ou perda de peso, etc.


Terapias de massagem: Ótima alternativa de conexão com o nosso corpo

 
Imagem 49 de Terapias de massagem: Ótima alternativa de conexão com o nosso corpo
Com o idoso não é diferente, pois, enquanto os familiares estão atarefados com suas correrias diárias, às vezes ele passa grande parte do dia sozinho e sem atividade. Então, o toque de carinho é fundamental para estimular o bom funcionamento neurológico, melhorar a circulação sanguínea e aumentar sua autoestima. O contato físico fortalece vínculos.

Com o envelhecimento ocorrem muitas mudanças no nosso organismo, que passa a produzir algumas substâncias em menor escala como hormônios e minerais. Em consequência, ficamos com a pele mais sensível, seca e sem elasticidade, perdemos a habilidade para algumas tarefas de rotina, surgem limitações provenientes do desgaste natural do organismo, como problemas músculos-esqueléticos, que causam dores e desconfortos pelo corpo, e em consequência dessa limitação e da necessidade de ajuda para realizar tarefas podem surgir problemas emocionais.

A massagem, nessa fase da vida, é fundamental. Traz benefícios emocionais, como: melhora na autoestima, devolve a vontade de viver, ajuda a combater a depressão, acalma e tranquiliza a mente. Quanto aos benefícios físicos: pode amenizar problemas como artrite, artrose, reumatismo, fadiga, dores em geral, reorganiza o corpo. 
 
Pode ser massagem com óleos e cremes aromáticos, alongamentos nos dedos das mãos, pés, braços e pernas, sempre com movimentos suaves e adequados ao corpo do idoso, respeitando seu ritmo. A própria pessoa pode e deve estimular sua pele durante uma automassagem, “conversando” com seu corpo.



Colunista: Silvia Pirré – Psicoterapeuta

Atuação: Florais de Bach, Aromaterapia, Reiki, Aurículoterapia, Reflexologia, Massagem Relaxante com Óleos Essenciais.

Cursos: Aromaterapia

Endereço: Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 234 – Próximo ao metrô Ana Rosa

Telefone: (11) 5083-4482 – Atendimento com hora marcada

E-mail - silvia.pirre@yahoo.com.br





   


espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®