login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço


 
Publicado em 27/11/2017
Compartilhar com o Facebook Compartilhar

A importância dos Óleos Vegetais para a Saúde

 
Imagem 222 de A importância dos Óleos Vegetais para a Saúde

Quem conhece um pouco sobre óleos essenciais sabe que eles são substâncias muito concentradas e não devem ser aplicados puros sobre a pele (com exceção do óleo de Lavanda e Tea Tree que podem ser usados puros em pequenas áreas), dessa forma costumamos usar bases neutras, que chamamos de carreadores, que transportam os óleos essenciais para dentro da pele, para que possam agir em benefício de nossa saúde.

Entre as bases carreadoras, destacamos os óleos vegetais prensados a frio, para que mantenham suas propriedades terapêuticas, já que possuem uma afinidade natural com o tecido cutâneo. Na pele, assim como nos óleos vegetais, encontramos substâncias como os ácidos graxos, que são responsáveis por manter o manto hidrolipídico e a flexibilidade da pele. O manto hidrolipídico funciona como um filme protetor, que mantém a hidratação da pele, evitando a perda de água ou a entrada de agentes agressores.

Por isso, em Aromaterapia não utilizamos óleos minerais, pois não são produtos naturais e obstruem os poros, não sendo absorvido pela pele e, dessa forma, não transportam os óleos essenciais. Os óleos vegetais são extraídos das partes gordurosas das plantas, como sementes, por exemplo. Existem plantas que podem conter óleo essencial e vegetal, como a Copaíba. Os óleos vegetais rancificam com facilidade. A combinação com vitamina E, que tem ação antioxidante que ajuda na sua conservação. Por esse motivo, o óleo vegetal de Gérmen de Trigo, rico em vitamina E, pode ser misturado a outros óleos vegetais (na proporção de 15%) para auxiliar na sua conservação.  

Imagem 223 de A importância dos Óleos Vegetais para a Saúde
- Óleo Vegetal de Abacate (Persea gratissima): derivado da polpa do fruto é excelente para tratar cabelos, pele do rosto e corpo, pés e mãos. Muito bom para tratar pele rachada, manchas, rugas e para drenagem linfática. Pode ser usado puro ou combinado com outros óleos vegetais. Possui vitaminas A, B1, B2, D e minerais como potássio, cálcio, sódio, entre outros, que são importantes para a regeneração celular.

- Amêndoa Doce (Prumus amygdalus dulcis): é um dos óleos mais utilizados e populares, bom para peles sensíveis (crianças e idosos). Previne estrias durante a gravidez. Bom para tratamentos corporais. Possui vitamina A, B1, B2, B6 e E. Rico em ácidos graxos, principalmente ácido oléico, que tem grande afinidade com a pele, proporcionando maciez.

- Gergelim (Sesamum indicum): muito usado na medicina Ayurvédica e Chinesa, para aumentar a energia vital, tratar fadiga, tonificar e firmar a musculatura. Melhora a oxigenação cerebral, tem alto teor de vitamina E e aminoácidos que melhoram a transmissão de impulsos nervosos ligados à memória. De consistência densa, deve ser usado em combinação com outros óleos vegetais.

- Gérmen de Trigo (Triticum vulgare): riquíssimo em vitamina E, fortalece os vasos sanguíneos e por isso seu uso diminui a ocorrência de varizes. Também previne estrias, rachaduras e escaras. Trata psoríase, cicatrizes e escamações. Bom para tratar celulite e flacidez. Por ser rico em vitamina E, também é importante no tratamento de infertilidade (age na motilidade dos espermas), e indicado para quem tem tendência a abortos. Ameniza sintomas da menopausa, tensão mental, fortalece o coração e é muito bom no cuidado com os idosos. Possui vitaminas A, B1, B2, B3, B6 e F, além de minerais como o ferro, magnésio, enxofre, manganês, zinco, entre outros.

- Girassol (Helianthus annuus): bom para uso em massagem e para tratamento de todo tipo de pele, confere hidratação e proteção. Muito usado no tratamento e prevenção de escaras.

Para tratamento de cabelos com pontas duplas e ressecadas. 

Para quem trabalha com Medicina Ayurvédica é um bom óleo, que pode substituir o óleo de coco e de gergelim, sendo mais compatível com a pele dos brasileiros.

O óleo de girassol possui alta concentração de ácidos graxos insaturados, oléico e linolêico, o que garante proteção, hidratação e restauração da pele.

- Rosa Mosqueta (Rosa rubiginosa): indicado para tratamento de manchas e cicatrizes, assim como pequenas áreas ressecadas, lábios, contorno dos olhos, rejuvenescimento da pele. É indicado para pós-cirurgia, quando deve ser usado em pequena quantidade sobre o corte já fechado, três vezes ao dia, geralmente iniciando o tratamento sete dias após o procedimento cirúrgico. Pode ser usado também para tratar inflamação de brincos e piercing.

Para rugas, podemos utilizar algumas gotas puras sobre a pele limpa massageando o rosto antes de deitar. Deve-se evitar tomar sol logo após sua aplicação.
Imagem 225 de A importância dos Óleos Vegetais para a Saúde

- Semente de Uva (Vitis vinifera): indicado para cabelos com pontas ressecadas. Também tem alto teor de vitamina E, fornece à pele flexibilidade e regeneração.

Bom para todo tipo de massagem, tem bom deslizamento, assim como para tratamento de estrias, considerado até melhor do que o óleo de amêndoas doces e para criação de fórmulas antiidade.

Não possui toxidade, considerado hipoalergênico, bom para peles sensíveis. 





Colunista:   Silvia Pirré  – Psicoterapeuta

Atuação:   Florais de Bach, Aromaterapia, Reiki, Aurículoterapia, Reflexologia, Massagem Relaxante com Óleos Essenciais.

Endereço:  Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 234 – Próximo ao metrô Ana Rosa

Telefone: (11) 5083-4482 – Atendimento com hora marcada

E-mail  -  silvia.pirre@yahoo.com.br





espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®