Musicoterapia

login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço

   
Publicado em 23/03/2020
Compartilhar com o Facebook Compartilhar


Musicoterapia – o som do coração

 
Imagem 602 de Musicoterapia – o som do coração

Quão pouco é preciso
para ser feliz!
O som de uma gaita.


Sem música a vida seria um erro.
Friedrich Nietzsche
Como a música pode ajudar no processo de cura terapêutica.

O mundo é do streaming, YouTube e Spotify. Música ao alcance de todos, ao alcance do bolso. Nossa colega no transporte, no esporte, nos nossos momentos livres. Música nos faz viajar sem sair do lugar – lembranças boas e não tão boas, diversão e introspecção.

“Há músicas que contêm memórias de momentos vividos. Trazem-nos de volta um passado. Lembramo-nos de lugares, objetos, rostos, gestos, sentimentos. (...) Mas há músicas que nos fazem retornar a um passado que nunca aconteceu.” – trecho do livro “Na Morada das Palavras”, de Rubem Alves,(Papirus Editora, 2003).

São infinitas as citações em que a música faz ponte com sentimentos, emoções, pensamentos. Compositores dão ritmos à poesia, cantores usam o coração para dar som às palavras. Instrumentos dão vida às notas musicais e nosso inconsciente registra as sensações. 

Musicoterapia trata o paciente pela música, trabalha com a saúde ao utilizar formas diversas de aprendizado, expressões e arte. Hospitais, escolas e centros de ensinamentos utilizam-se do profissional da musicoterapia para ministrar aulas e momentos de cuidados terapêuticos.

Nas terapias integrativas, costumamos usar a música como pano de fundo, principalmente na massagem. Não consigo imaginar uma massagem relaxante sem uma música que auxilie no relaxamento do cliente. Faz parte do ambiente tranquilo e calmante que desejamos oferecer ao cliente. Como primeira dica - não devemos usar músicas que possam acionar lembranças no cliente, podem ser lembranças de dor; como não temos como saber quais as músicas marcantes para a pessoa, o ideal é seguirmos as opções abaixo. Também não usamos música de ritmo marcado como samba, ou muito fortes, como o rock, para uso terapêutico. Segue indicações para os momentos de relaxamento, na terapia corporal:

  • Sons da natureza. É na mãe natureza que encontramos cura, seja em sons de água corrente, vento, trovões, chuva, mares, canto dos pássaros.
Imagem 595 de Musicoterapia – o som do coração
  • Sons instrumentais. Com base na teoria da musicoterapia clássica, os instrumentos musicais têm características específicas:
Piano: combate a depressão e a melancolia.
Violino: combate a depressão e a insegurança.
Flauta doce: combate o nervosismo e a ansiedade.
Violoncelo: incentiva a introspecção, a sobriedade.
Metais de sopro: inspiram coragem e impulsividade.
  • Músicas clássicas. As obras de compositores clássicos são estudadas e aplicadas há tempos pelos musicoterapeutas, mostrando resultados positivos. 

Estimulo da energia vital – Marcha Eslava, de Tchaikovsky. Marcha da Festa, de Wagner. Marcha Triunfal, da Ópera Aída, de Verdi. 

Combater ansiedade – Sonho de uma Noite de Verão, de Mendelssohn. Ária para a Quarta Corda, de Bach. Barcarola (Contos Musicais), de Offenbach.

Equilíbrio emocional e mental – Sonata ao Luar, de Beethoven. Canção Noturna, de Schumann. Trio em Dó Menor, segundo movimento, de Chopin.

Combater a depressão e medo excessivo – Serenata, de Schubert. Chacona, de Bach. Noturno, Opus 48, de Chopin.

Combater a insônia, tensão e nervosismo – Canção da Primavera, de Mendelssohn. Movimentos Musicais número 3, Schubert.

Combater o pessimismo – Bolero, de Ravel. Bacanal, de Sansão e Dalila, de Strauss.

Para meditação e interiorização – Concerto número 1 para piano, de Tchaikovsky, primeiro movimento.

Para gestantes – Concerto tríplice, de Beethoven. As Quatro Estações, de Vivaldi. Concerto para Violino, de Tchaikovsky.

Efeitos que a música provoca no ser humano: calmante, antiestresse, sonífero e tranquilizante, regulador psicossomático, analgésico ou anestésico, equilibrador do sistema cardiovascular e do metabolismo profundo. 

Nos meus atendimentos costumo mesclar mantras, violino e piano e também clássicas. Tenho uma playlist no Spotify chamada Silvia1. Se desejar, ouça. E também receito as clássicas conforme as necessidades do cliente. 
Música é vida!




Silvia Delforno, terapeuta corporal com abordagem tântrica.






espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®