Utilizamos cookies para melhorar sua experiência no site.
Ao continuar navegando, você está ciente e de acordo com nossos Termos e Políticas de Privacidade.
Concordo
login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço

   
Publicado em 04/05/2023
Compartilhar com o Facebook Compartilhar

Intuição, a voz do coração

 

Imagem 1398 de Intuição, a voz do coração
 

Intuição não é fruto da mente, mas sim, fruto da sabedoria.

Você sente que algo está estranho e esquisito, bem provável que sua intuição queira acessar sua mente, mas essa está perturbada, dificultando a ação intuitiva. Somente o silêncio ativa a intuição. Por vezes o ego interfere como fruto da ansiedade. Quando a ansiedade toma conta, a intuição se esconde.

Na psicologia, é entendida como uma parte natural de como as pessoas compreendem o mundo à sua volta. O pensamento intuitivo é mais rápido e exige menos esforço e está por detrás da maioria das ações cotidianas. 
A melhor definição encontrada para a intuição é que ela é uma percepção direta da realidade que não passa pelo crivo mental.

As mulheres têm mais intuição do que os homens, por serem mais sensíveis. Contudo, os homens com sua anima (energia feminina) latente, também têm intuição aguçada; especialmente os artistas, ou outras profissões em que a sensibilidade está presente. 

As pessoas mais acadêmicas têm menos intuição, por serem mais racionais. Pode acontecer da mulher intuitiva ser dada como irresponsável, pois seguir a intuição nem sempre significa seguir a lógica. A percepção intuitiva sempre levará para a melhor atitude a ser tomada, dado o momento.

Como distinguir a voz da mente e a intuição. O ser humano é criado usando sua capacidade mental, no pensamento linear e cartesiano, conduzido pela sua lógica. E sim, o intelecto é de suma importância, porém ele não pode ser supervalorizado sozinho, deixando a voz do coração, a intuição, de lado.

Olhando para uma situação apenas pelo lado mental, haverá preconceitos, julgamentos, análises intermináveis. E cada vez menos haverá uma conexão com a real sabedoria da alma. Não adianta só pensar, é preciso sentir.

"Saber ouvir além da lógica", Osho. Quando existe a conexão com o Todo (a verdadeira natureza humana), a intuição floresce. Ela vem, sem aviso nem lógica, apenas precisa ser acolhida.

Lembrando que todos, sem exceção, já nascemos com o poder intuitivo, porém o excesso de informação, aliado ao uso exagerado de aparelhos eletrônicos, afastou e desconectou o homem da sua verdadeira essência.

Quando você não dá ouvidos a sua intuição. A intuição pode se manifestar através do seu corpo, como uma ação padrão: quando você sente tal coisa, você sabe que sua intuição quer te dizer algo ou algo irá acontecer. No geral, o local mais observado como ponto da intuição é no plexo solar, próximo ao seu diafragma. 

Você pode sentir que deva fazer algo ou resolver um problema de tal forma, mas geralmente você não faz o que sua voz interna manda pois tem medo (o ego é carregado de traumas do passado), optando ficar na zona de conforto. Porém a voz interna tende a perseguí-lo. E bem provável que a ansiedade chegue, como uma resposta a acomodação.

"Entregar-se ao momento presente". Meditação eleva a frequência, pois você se alinha com o seu centro, e faz com que a voz da intuição se manifeste. Contato com a natureza - pés descalços, sentir o vento, sentir a chuva, ouvir os animais, tomar banho de cachoeira, fazer trilhas - resgata a conexão com a intuição. Insights (percepções) começam a acontecer, espontaneamente.

Osho foi um grande exemplo de pessoa intuitiva.



Redação:

Silvia Delforno, psicanalista. 
"Ajudando você a viver de forma mais leve, com mais plenitude e realizações".
Sessões on-line e presencial.  
Informações: whatsapp - 11 971182440.






               

espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®