login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço

Publicado em 21/06/2019
Compartilhar com o Facebook Compartilhar
 

A simplicidade do toque

 
É a pele nosso maior órgão do corpo. Responsável pelas sensações do contato. Uma pena, um abraço, um carinho, um tapa. Dores e amores se confundem em sensações. Memórias afetivas, carregadas de emoções. Bem vindo ao mundo encantado do toque!

Imagem 478 de A simplicidade do toque
Já não precisamos mais do tête-a-téte para nos deliciarmos com as conversas, os romances. Até o sexo passou a ser virtual, coisa mais louca essa. Supriram-se os gastos, os desgastes, à distância e a falta de sério interesse por momentos intensos, online! De pijamas e meias, os Don Juans atacam suas presas noturnas – um aparelho celular e a noite está garantida!

Tempos modernos para o simples. O simples toque na pele, a sensação de uma respiração próxima a nossa, cabelos nos fazendo cócegas e uma mão macia a nos acariciar. Tão simples e tão raro, tão aconchegante e tão traumático. Relações líquidas, sejam amorosas ou carnais, leia-se familiar ou romântica, vêm desenvolvendo em muitas pessoas a rejeição ao toque, memorizado hoje como falta de presença, de carinho, respeito e companheirismo.
Imagem 479 de A simplicidade do toque

Clientes relatam, numa seção de toques, simples toques – a ausência de seus pais, a falta de carinho na infância, a relação amorosa mecanizada ou desgastada. Toques “calientes” e afoitos não substituem a leveza e a lentidão de uma mão a passear por nosso corpo.

A terapia do toque vem resgatar a sensibilidade do indivíduo, quebrar a rigidez muscular e a amenizar e curar memórias tristes e saudosas de outros tempos. Permitindo ao corpo novas sensações, mais leveza, mais receptividade, mais excitação e prazer. O simples pontilhar dos dedos ativa nossos neurotransmissores - por baixo de nossa pele – e conduzem ao cérebro sensações como bem estar, tranquilidade, conforto e felicidade.

Uma forma de começar essa terapia do bem é o auto toque, uma maneira simples de conhecer nosso próprio corpo e nossas sensações. Se não se sentir confortável, procure um terapeuta especializado em toques sutis, entre eles, o tântrico. Benefício para uma vida toda.


Silvia Delforno, como terapeuta uma ótima escritora. Como tântrica, uma ótima Silvia.







espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®