Pilates

login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço


Publicado em 20/09/2016
Compartilhar com o Facebook Compartilhar
 

Pilates


Por que o Pilates faz tão bem?

 
Imagem 158 de Por que o Pilates faz tão bem?
A prática do Pilates hoje em dia já se tornou bastante popular e atribuímos isto aos inúmeros benefícios que este método pode proporcionar.

Antes de citarmos as diversas vantagens da técnica, vamos conhecer a sua origem.

A origem: Nascido na Alemanha em 1883, Joseph Humbertus Pilates teve em sua infância uma saúde frágil, marcada por problemas de saúde, como asma, febre reumática e raquitismo.  Devido a isso se motivou a buscar uma saúde melhor e se dedicou aos estudos de Anatomia, Física, Biologia, Fisiologia, Medicina Tradicional Chinesa e o movimento do corpo dos animais.

Aos 32 anos, estudou boxe e trabalhou como instrutor de defesa pessoal da Scotland Yard e como artista de circo.

Dois anos depois, com a Primeira Guerra Mundial, ele e os artistas com quem trabalhava foram mandados para um campo de concentração, por serem considerados inimigos estrangeiros. Foi nessa época que Pilates desenvolveu seus exercícios, nos quais se percebe claramente a influência da yoga e das artes marciais. Os aparelhos especiais criados por ele também tiveram origem nesse período. Joseph usou as molas das camas para desenvolver esses equipamentos e reabilitar seus pacientes, utilizando a resistência das mesmas, de modo que os pacientes começassem a tonificar seus músculos antes mesmo de poderem levantar.

Joseph Pilates pregou os benefícios de um equilíbrio perfeito entre corpo e mente e criou uma combinação realmente eficaz de fortalecimento e alongamento, que pode funcionar bem praticamente para todos. Aplicado de forma correta o método pode melhorar os níveis de saúde e boa forma de qualquer pessoa.


Os benefícios:

 
Fortalecimento: Uma das grandes vantagens é o fortalecimento muscular de forma global, ou seja, durante os exercícios, ocorre a ativação simultânea de diversos grupos musculares, tirando a pessoa dos movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados. O fortalecimento acontece de dentro para fora, sendo recrutadas primeiro as musculaturas mais profundas e depois as superficiais.

Melhora da Respiração: Respirar é um ato automático e quase nunca prestamos atenção à forma com que fazemos.

Joseph afirmava que frequentemente respiramos errado e usamos apenas uma fração da capacidade do nosso pulmão.
 
A respiração no Pilates será o início do exercício e há um padrão respiratório que acompanha  cada exercício. Esses padrões são flexíveis e podem ser alterados de acordo com as necessidades e limitações de cada aluno. A regra geral é inspirar pelo nariz para preparar e expirar pela boca para fazer. 

Imagem 160 de Os benefícios:
Realizar uma respiração apropriada durante o exercício encoraja a oxigenação efetiva do sangue, ajuda a relaxar os músculos e evitar qualquer tensão desnecessária no corpo. Um padrão de respiração relaxado e completo ajuda a focar a mente e permite uma melhor concentração em cada tarefa.

Melhora da Postura: A melhora da Postura se dá por meio de exercícios de fortalecimento da musculatura mais profunda (estabilizadores), alongamentos, alongamento axial (criação de espaço articular, no caso da coluna, aumentando o espaço entre os discos) e melhora na consciência corporal.

Desenvolvimento da Flexibilidade: Os exercícios específicos de alongamentos juntos com a respiração aumentam a capacidade de movimentação do corpo. A melhora da flexibilidade torna mais fácil a realização das atividades diárias, como o ato de abaixar e levantar, pegar objetos, carregar peso etc.

Ganho de Consciência Corporal: Consciência corporal significa ter um conhecimento do nosso próprio corpo, tanto interna como externamente. É um aprendizado sobre como devemos nos movimentar e usar músculos e articulações a nosso favor. O Pilates permite que o praticante sinta as partes do corpo que estão sendo trabalhadas, e a concentração exigida melhora a sensibilidade.

Alívio de tensões e dores nas costas: Por meio de exercícios que promovem um alinhamento postural, fortalecimento e alongamento de partes específicas do corpo, consciência corporal e respiração adequada, podemos obter o alívio de tensões e dores nas costas. 

Aprimoramento da Coordenação e Equilíbrio: A prática ajuda na melhora da coordenação e equilíbrio corporal, capacidade física  afetada com o passar dos anos.

Gostou dos benefícios? Comece você também a praticar este incrível método.


Fontes:

 
PILATES, JOSEPH HUMBERTUS. A obra completa de Joseph Pilates. 1a ed. São Paulo: Phorte, 2010.
CRAIG, C. Pilates com a Bola. 2ª ed. São Paulo: Phorte, 2005.








espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®