Importância de Línguas para Massagistas

login
área do
anunciante
anuncie
divulgue
seus serviços!
pt
Idioma Atual
espaço
 
Topo menu
 
 
Cadastre seu e-mail para ficar informado sobre as novidades do Guia de Massagem.
Base menu
 
 
Selo Certificado SSL

espaço


Publicado em 08/08/2017
Compartilhar com o Facebook Compartilhar


Importância de Línguas para Massagistas

 
Saiba como um segundo idioma aumenta os lucros e amplia conhecimentos de massagem

Graças à globalização, o fluxo de pessoas entre países se intensificou, impulsionando o turismo e a economia de diversas cidades, as quais tiveram de se reestruturar para dar conta da demanda crescente por serviços. Esse é atualmente o caso dos grandes centros brasileiros. Na área de massagens, no entanto, ainda há uma carência de profissionais bilíngues. Em consequência disso, massagistas com habilidades em outras línguas como inglês ou espanhol, por exemplo, são constantemente procurados e seu trabalho extremamente valorizado. Mas as vantagens de ter línguas no currículo não param por aí. A seguir, separamos uma lista com alguns pontos e alternativas que fazem a diferença na carreira do massagista com línguas. Confira!


Clientes estrangeiros

Desde sempre o Brasil tem sido destino para imigrantes estrangeiros. Eles são muitas vezes empresários que após um dia exaustivo de trabalho pagam bem por uma massagem relaxantes. As massagens linfáticas, assim como no Brasil, também fazem muito sucesso no exterior. Porém, muitos desses clientes não falam português. Profissional da área que falem inglês ou algum outro idioma, com certeza sairá na frente em conquistar essa clientela tão promissora e, claro, ganhar mais pelo mesmo serviço. Deseja falar outra língua? Você pode ter  aulas de inglês por Skype  no conforto da sua casa, na hora que você preferir. 


Trabalho em cruzeiros
Imagem 15 de Importância de Línguas para Massagistas

Vários navios e transatlânticos oferecem vagas para massagistas e outros profissionais da área de wellness. Nos grandes cruzeiros com rotas que podem durar meses, parando em cidades de inúmeros países, a procura por especialistas só vem crescendo ao longo das décadas. Contudo, o domínio do inglês, alemão ou espanhol, é essencial e costuma ser um dos pré-requisitos para a contratação. O processo pode parecer exigente, mas vale a pena, visto que além do salário pago em dólares, o massagista ainda ganha uma gorjeta dos clientes mais satisfeitos, o que acaba ajudando a economizar bastante até a volta. 


Trabalho em hotéis

Turistas em geral, sejam eles de qual nacionalidade forem, americanos, japoneses ou alemães, preferem muitas vezes contratar os serviços de massagens nos hotéis onde estão hospedados por uma questão de praticidade e segurança. Logo, para os massagistas profissionais que prefiram uma posição estável em uma empresa ao trabalho autônomo, é interessante estudar outros idiomas. A segunda língua irá ajudar na comunicação com o cliente e fará com que possíveis necessidades especiais possam ser explicadas e levadas em consideração, evitando lesões ou quaisquer complicações. 









espaço vazio
espaço
 
Site Seguro Guia de Massagem ®